sexta-feira, 10 de maio de 2013

Dicas do que fazer para o Dia das Mães

sexta-feira, 10 de maio de 2013
Foto do Blog: monsoresprado.blogspot.com

O post dessa semana é especial para o Dia das Mães, decidimos escrever algumas dicas do que fazer ou comprar.
A ideia surgiu a partir de umas experiências aqui de casa, porque todos sabem a dificuldade que alguns homens enfrentam na hora de comprar um presente para mulheres, sejam elas suas mães, namoradas ou esposas, enfim...

Nessa semana meu pai veio me dizendo que não iria comprar presente de dia das mães para minha mãe porque ela não queria que comprasse nada....AHAM, até parece que ela não quer nada...eis aqui a 1ª dica:

1ª dica - "Não" não é sinônimo de "não"

Aliás, isso depende. Claro que nenhuma mãe/mulher vai querer ganhar algo inútil ao ver dela, então preste bem atenção aos sinais! A entonação do "não" e também, várias vezes quando queremos algo, mesmo não dizendo diretamente, damos alguns sinais, dicas, insinuações...e por aí vai!

Resumindo, um "não precisa" pode ser uma maneira de educadamente dizer que não precisa se incomodar, não que ela não queira ganhar. Quem não gosta de presentes ou ver que seus familiares lembram de você? Sempre é um "a mais" querer presentear alguém.

Como se não bastassse ouvi também: Ah, em casa ta precisando de um liquidificador. Ah, vou comprar um de presente pra sua mãe."

2ª dica - Coisas para casa não são presentes

Tudo bem comprar um liquidificador se sua mãe pedir falando que queria um de presente e tal, mas por que não comprar algo a mais? Não precisa ser caro! Existem várias opções de presentes, como chocolates, roupas, brincos... aí vai de gosto e condições. Não precisa necessariamente ser O melhor chocolate, o brinco mais caro, ou a roupa de marca. A questão está no ato de surpreender, que entra como a nossa próxima dica.

3ª dica - Faça uma surpresa

Existem inúmeros tipos de surpresas, mas todas óbvio, têm o objetivo de surpreender.
Já ouvi mulheres dizendo: "Queria que ele me surpreendesse mais...". Não leve ao pé da letra, ninguém está dizendo para criar algo extremamente emocionante, cheio de pessoas, câmeras escondidas, contratar um bando de dançarinos entrando num shopping para surpreender sua namorada ou matar sua mãe do coração! Surpreender consiste em fazer algo para alguém que você não é acostumado a fazer. Surpreender de uma forma boa, claro...

Por exemplo, algumas alternativas mais em conta são: fazer uma janta especial, levar para passear e conversar, até fazer um cartão é válido se for feito com carinho e empenho. Flores também são uma ótima opção. 

Mas não confunda, o presente não é a surpresa! A surpresa está em seus atos, a forma de como você entrega o presente, a sua intenção por trás da ação, o que você fez para realizar a surpresa, tudo isso conta mais que o próprio presente.

4ª dica - Ações que viram presente

Vamos supor que você passa por uma mesma pessoa todos os dias dá um "bom dia" e ela nunca te responde, mas num certo dia, você ouve um "bom dia" dela, surpreende não? Um exemplo simples, mas também se aplica nessas datas, na minha opinião.

São inúmeros os casos de filhos que não mantém um contato com seus pais, ou porque moram longe ou por causa de briga familiar. Distâncias são formadas mesmo, todos os dias, e quanto mais o tempo passa mais difícil fica se aproximar.

A 4ª dica então vai para aqueles que acham que uma bolsa cara basta para compensar essa distância, a falta e a saudade. Não existe nenhum presente, seja ele caro ou exótico, que supere uma boa tarde de conversa ou ouvir notícias de seu filho ausente.
Dou essa dica aqui, pois é algo que acontece na minha família, e com certeza em muitas outras.

Não precisa comprar presentes caros e surpreendentes, as vezes um telefonema é suficiente, uma visita, uma atenção a mais, qualquer coisa que mostre seu zelo por tal pessoa.

5ª dica - Dê de presente boas memórias e lembranças

Fazer o bem a alguém nunca será ruim. Reatar com a sua família também não.
Situações, momentos, acontecimentos, tudo isso vai para a memória e até pode gerar uma boa conversa em outras confraternizações. Um bom presente permanece conosco, acho que o verdadeiro objetivo de um presente é olhar para ele e lembrar de como o ganhou, do que aconteceu, o que sentiu na hora... Acho que isso que torna tudo especial.

Memórias também acabam se tornando presentes para nós mesmos, pois coisas materiais permanecem e algumas até duram para sempre, o tempo passa e para isso temos nossas lembranças, assim ficamos perto de tudo que nos é querido mesmo estando longe.


Aqui terminam nossas dicas. Esperamos que as dicas tenham sido úteis e que tenhamos inspirado alguém a fazer algo diferente sem pensar somente no ato de comprar presentes. =]

Até o próximo post!

Divãneios Diários © 2014